Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1


Partilhe este Site...

Wolves Silhouette

Christina Eusébio

BOB14 BOB15 Ice - Ice Meridian It Had To Be You

 


Kabluna 

Jose Iglesias Rodriguez

  


Cijara Malamutes

 


D'Carmocan

 


Fernando Martins

Mais Videos na pagina Melhores Videos


A desparasitação
A desparasitação

  • A desparasitação Externa:

Parasitas externos

As pulgas e as carraças surgem com regularidade no meio ambiente, em particular nos meses mais quentes do ano. 

Carraças

As carraças fixam-se à pele do cachorro, preferindo zonas delicadas. Utilizam a boca para se agarrarem à pele e injetarem uma saliva especial que solidifica tornando-se num ponto de fixação muito forte. Depois de se fixarem as carraças ingerem uma refeição de sangue, posteriormente produzem outro tipo de saliva que vai dissolver o ponto de fixação e a carraça cai.

As carraças podem ser vetores de doenças e podem causar mais problemas se não forem removidas rapidamente e através de uma técnica correta.

A melhor forma para remover as carraças do animal é utilizar uma pinça especial. Se tiver dúvidas contacte o seu médico veterinário.

Pulgas 

O seu cachorro pode ter pulgas que lhe podem provocar comichão e que também o podem picar a si. No caso de o seu cachorro ter pulgas é necessário tratar o cachorro, a cama onde o animal dorme e a casa, idealmente com um produto que “quebre” o ciclo de vida da pulga, evitando uma nova reinfestação. Por isso, para combater as pulgas de forma eficaz é importante conhecer o ciclo de vida deste parasita. 

As pulgas adultas são apenas uma parte do problema. Os ovos e as larvas de pulga representam um das causas de infestação da casa. As larvas de pulga não gostam de luz, por isso, escondem-se em recantos, esconderijos, debaixo dos tapetes e nas frestas do soalho. Após uma a duas semanas de vida as larvas formam casulos que são resistentes aos tratamentos desparasitantes e podem permanecer adormecidas durante mais de 5 meses.

Na presença de pessoas ou animais, os casulos desenvolvem-se e libertam pulgas adultas que invadem o ambiente. O facto de os casulos se poderem desenvolver todos ao mesmo tempo pode provocar uma infestação massiva em poucas horas.

As pulgas adultas saltam para os cães e picam-nos para se alimentarem de sangue. Uma desparasitação completa tem de cumprir diversos objetivos:

- Utilizar um desparasitante externo que mate as pulgas adultas que vivem nos cães. Estes desparasitantes podem ser incorporados num spray, numa coleira ou em pipetas; 

- Prevenir o desenvolvimento das pulgas no meio ambiente. Através de reguladores do crescimento de insetos, pulverizados em casa para prevenir o desenvolvimento dos ovos e das larvas;

- Antes de aplicar qualquer tratamento no ambiente, deverá eliminar o pó e limpar o chão.

As infestações parasitárias afetam a pele e a pelagem, podendo causar dermatite, comichão e/ou uma queda importante de pelo.

 

  • A desparasitação Interna:

Parasitas internos

Estes parasitas vivem no intestino dos cães, podendo afetar a digestão e a assimilação de nutrientes.

Existem diversos desparasitantes usualmente caracterizados por um largo espetro de ação. A dose a administrar deve ser adaptada de acordo com o peso do animal.

Uma análise realizada às fezes pode revelar ovos de parasitas e, desta forma, podemos escolher o desparasitante que melhor de adapta ao parasita em questão. No momento de escolher o desparasitante também devemos ter em consideração se o cachorro prefere comprimidos, pastas ou líquidos. Não compre produtos que não são formulados para utilização veterinária, apesar de mais baratos, muitas vezes não são eficazes

A desparasitação dos cachorros e dos cães adultos deve ser efetuada de forma sistemática e regular, de acordo com a rotina definida pelo médico veterinário. Por norma, o plano de desparasitação dos cachorros é mais exigente do que o dos cães adultos, uma vez que são animais mais sensíveis.

topo